Este ano por conta da pandemia do coronavírus não teremos a nossa tradicional festa de Páscoa. Mas vamos aproveitar este momento para renovar nossos votos e refletir junto a família, já que de acordo a tradição o período é de renovação.

Você sabia que a Páscoa é uma festa cristã mas que o seu conceito pode ser aplicado a todas as religiões?

coelho da Páscoa, por exemplo, se tornou um dos principais símbolos desta festividade em referência às comemorações feitas pelos povos antigos durante o começo da primavera. Acreditava-se que o coelho era a representatividade da fertilidade e do ressurgimento da vida.

O ovo também é um símbolo da Páscoa, pois representa o começo da vida. Diversos povos que habitavam a região do Mediterrâneo, do Leste Europeu e do Oriente costumavam presentear amigo e parentes com ovos, desejando-lhes a passagem para uma vida feliz. A partir deste costume, surgiram os primeiros Ovos de Páscoa.

Durante as festividades realizadas com a chegada da Primavera, depois do Inverno, os ovos (de galinha) eram cozidos e pintados com desenhos que lembravam plantações e outras figuras relacionadas à colheita.

esperança de fertilidade do solo e de abundantes colheitas eram representadas com a troca dos ovos coloridos.

A arte de pintar ovos e dá-los como presente também passou a ser um ato comum nas festividades cristãs, onde se desenhavam imagens de Jesus e de Maria, principalmente.

Com o passar do tempo, o ovo de chocolate entrou para as tradições do período das festas da Semana Santa.

Alguns autores acreditam que a tradição do ovo de chocolate surgiu depois do século XVIII, sendo uma invenção de confeiteiros franceses.

Outra teoria afirma que os ovos de Páscoa ficaram mais populares com a revolução da indústria do chocolate, que aconteceu na Inglaterra, em meados do século XIX.

Atualmente, muitas pessoas ainda têm o costume de colorir ovos da Páscoa e oferecê-los a pessoas importantes. Em muitos países também existe a tradição de esconder ovos de Páscoa para as crianças procurarem.