17 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 02.06.2020
Home Quadras Esportivas Quadras de Tênis

Quadras de Tênis

São quatro quadras de tênis à disposição do morador, além de uma polivalente, que atende também à modalidade. Seja na escolinha para adultos e crianças ou na prática livre, o tênis movimenta bem o Clube Náutico. Afinal, é uma atividade física que se pode fazer sempre, pois para praticá-la é preciso apenas mais uma pessoa.

Para quem quer aprender, a Escola de Tênis Marcelo Redivo, desde 1988 no Mandala, ensina os primeiros passos no esporte, com aulas individuais ou em grupo, para adultos ou crianças a partir dos 5 anos de idade. São quatro professores à disposição, trabalhando em duas quadras e na polivalente, em horários pré-estabelecidos, que vão de 7h às 22h.

Além do passar o aprendizado, as aulas de tênis têm também a proposta da sociabilização. O professor Marcelo e a SOCIMA estão sempre promovendo atividades para as crianças: no meio do ano há o Torneio de Pais e Filhos e, no fim do ano, o Torneio de Encerramento.

Outro evento tradicional do tênis acontece em julho. É um torneio aberto, organizado pela Escola Marcelo Redivo, com o apoio da SOCIMA. Pratique tênis! Para quem quer fazer a escolinha, há planos e descontos convidativos. O telefone da Escola de Tênis Marcelo Redivo é 9212-3614.

Para agitar a galera, em 2005 foi criado o Ranking do Tênis. Qualquer morador pode participar, bastando propor desafios aos demais tenistas. Veja o Regulamento do Ranking.

Telefone: 2438-2614 ou 2438-2615
E-mail: secretaria@socima.com.br.

Sugestões ou reclamações:
faleconosco@socima.com.br

CLUBE NÁUTICO MANDALA
Regulamento do Tênis Versão 03/set/2012

1. As quadras de tênis poderão ser utilizadas durante o horário de funcionamento normal do Clube, e exclusivamente para a prática do tênis.

2. A Diretoria do Clube, poderá determinar a interdição das quadras por ocasião de torneios ou eventos especiais, reservando sempre uma das quadras para uso dos demais associados.

3. Na ocorrência de chuvas as quadras serão interditadas automaticamente, de forma a evitar acidentes e só serão liberadas quando estiverem secas e em condições de segurança, após a devida autorização da Administração do Clube.

4. Os tenistas deverão usar roupas adequadas à prática do tênis, sendo vedado que os mesmos se apresentem descalços ou utilizem chinelos, sandálias ou sapatos. Na quadra de saibro, só será permitido o uso de tênis com solado adequado àquele tipo de piso. No piso sintético só será permitido solado claro que não marque o piso.

5. O tempo normal de jogo, incluindo o período de aquecimento, é de 45 minutos para simples e 60 minutos para duplas, e para os desafios válidos pelo Ranking. Ao final do tempo, o game em disputa será sempre completado.

6. O tempo deverá ser marcado com rigor, admitindo-se, para início, arredondando inferior a 5 minutos.

7. A ordem de entrada nas quadras será de acordo com as inscrições feitas no quadro apropriado, por um funcionário especialmente designado para esse fim. No momento da inscrição, o tenista deverá colocar sua carteira social no quadro, assim como o convidado, o respectivo convite .

8. O fato de um tenista colocar sua carteira social no quadro, não significa “reserva do horário”. Significa sim, que esse tenista está “aguardando parceiros”. A ordem da entrada na quadra será a da colocação das carteiras no quadro.

9. Aos sábados, domingos e feriados, os desafios só poderão ser agendados após ás 11 hs.

10. Caso o tenista não esteja presente no momento do início de seu horário, sua carteira poderá ser retirada do quadro, sendo cancelada sua inscrição.

11. Enquanto estiver jogando, é vedado a qualquer tenista utilizar seu nome ou sua carteira social, para marcações em horários posteriores. Somente após o término do seu período, será permitida uma nova marcação de acordo com a disponibilidade das quadras.

12. Caso os tenistas que estejam jogando, decidam terminar antecipadamente o jogo, só poderão incluir seus nomes em novas marcações em outros horários, após o término do horário originalmente marcado na quadra onde estavam jogando, exceto se for para transformar um jogo de simples em duplas. Numa eventual troca de quadra o horário original deverá ser respeitado.

13. Uma vez iniciada uma partida, não poderá haver substituição dos nomes dos tenistas, a não ser por motivo de força maior. Neste caso, um outro tenista poderá ser chamado a completar o jogo até o término do horário originalmente marcado, sem que isso afete o horário que esse tenista tenha marcado em seguida.

14. Os tenistas que estiverem jogando sem horário marcado, deverão ceder a quadra para aqueles que marcarem horário, independente do tempo decorrido.

15. Nas quadras de saibro, aos sábados, domingos e feriados, de 8:00 às 11 hs os jogos de duplas terão preferência sobre os de simples, até o momento do início do jogo.

16. Para os jogos com convidados, será exigida a participação de pelo menos 1 associado nos jogos de simples ou 2 associados nos jogos de duplas, sendo que o(s) morador(es) responsável(is) pelo convite deve(m) estar jogando.

17. Os convites emitidos pela secretaria, ou pelo atendente, serão válidos apenas para um horário, conforme definido no item 6, ou seja: 45 minutos se a partida for simples ou 1 hora se o jogo for de duplas.

18. Aos portadores de carteira para uso exclusivo do clube, definidos no item 2.3.1, do Regulamento de funcionamento do Clube Náutico Mandala, é vedada a solicitação de convites para terceiros, mesmo que se tratem de parentes, já que a prerrogativa de solicitar convites cabe aos sócios contribuintes, como definido no item 4.1 do citado Regulamento.

19. As aulas promovidas pelos professores credenciados pelo Clube, serão ministradas exclusivamente nas quadras designadas no(s) respectivo(s) contrato(s).

20. Não serão permitidas aulas particulares ministradas por professores não credenciados pelo Clube.

21. Aos sábados, domingos e feriados, não serão permitidas aulas de tênis no Clube.

22. A organização de torneios internos é de exclusiva competência da Diretoria do Clube.

23. Todos os associados poderão participar dos torneios organizados pelo Clube. Nestas competições não poderão participar convidados de sócios, exceto quando se tratar de competições abertas.

24. Para cada torneio, a Diretoria divulgará regulamento específico, que não poderá contrariar as normas gerais definidas neste regulamento.

25. O tempo de uso do paredão é de 15 minutos podendo ser compartilhado por até 2 pessoas, devendo sua marcação observar a compatibilidade com as aulas de tênis.

26. Os associados que não estiverem em dia com suas mensalidades, não terão direito de participar de qualquer evento.

27. Os casos omissos serão resolvidos pelo coordenador do tênis, pelo Diretor de Esportes, pelo Comodoro ou por outro Diretor presente no Clube.

Regulamento original elaborado em 20/9/92 e revisado em 20/12/93, em 10/06/97, em 5/10/97, em 12/07/99, 20/7/99 e 19/06/2004, em 19/06/2004, em 27/11/2005, em 23/06/2006, em 27/07/2007, em 14/07/2009, em 21/06/2011,.em 28/10/2011 e 03/09/2012.

O Ranking Adulto será dividido em tantas categorias quantas sejam necessárias, compostas cada uma de 16 tenistas, sendo cada categoria sub-dividida em 2 Classes, podendo haver também ranqueamento por idade, sem vinculação entre os Rankings.

2. O desafiante poderá desafiar um dos três jogadores imediatamente acima dele, exceto o último tenista da última classe que pode desafiar um dos quatro DISPONÍVIES acima dele. Não serão considerados os tenistas que registraram sua indisponibilidade nos termos deste Regulamento.

3. O desafiante deverá propor três datas diferentes. Pelo menos uma delas deverá ser num final de semana, devendo ser evitada a proposição de horários que sabidamente o desafiado não terá condição de aceitar.

4. Não deverá haver mais de 15 dias entre a data da propositura do desafio e a opção mais distante.

5. Deverá haver pelo menos 72 horas de antecedência entre a data da propositura do desafio e a data da primeira partida, visando permitir que o desafiado seja contatado.

6. Pedidos de revanche só poderão ser apresentados 48 horas após a divulgação do novo Ranking.

7. Se nenhuma das datas for aceita e não houver o acordo entre as partes, o desafiante ganhará por W.O.

8. O desafio só será registrado após confirmação das 3 datas e horários ao Coordenador do Ranking.

9. Um tenista que acabou de jogar, só poderá apresentar novo desafio após o resultado do seu jogo recém concluído ter sido divulgado, permitindo que todos tenham a mesma oportunidade de apresentar desafios.

10. Uma vez registrado o desafio, cada tenista só terá direito a um pedido de adiamento, devendo a remarcação obedecer ao presente Regulamento. O tenista que solicitar o adiamento deverá propor novas datas neste mesmo momento, sob pena de ser registrado o W.O. e o consequente cancelamento do desafio. A reapresentação deste desafio cancelado deverá aguardar 24 horas.

11. Em caso de suspensão de uma partida por consenso entre os tenistas, a data da continuação do jogo deverá ser decidida imediatamente pelos mesmos, no momento em que a suspensão ocorrer.

12. Caso um desafio deixe de ocorrer por motivo alheio à vontade dos tenistas, o desafiante deverá propor novas datas em até 24 horas após o horário originalmente marcado. Caso tal prazo não seja observado o desafio poderá ser cancelado.

13. Uma vez proposto um desafio, tanto o desafiante quanto o desafiado ficam comprometidos e só podem desafiar ou ser desafiados após o cumprimento do desafio proposto.

14. O tenista que viajar ou estiver impedido de jogar por 7 dias consecutivos ou mais, poderá ficar AUSENTE TEMPORARIAMENTE DO RANKING, desde que comunique formalmente ao Coordenador do Ranking, antes de receber um desafio. Um tenista que jogar durante o período de ausência poderá descaracterizar o impedimento, acarretando o cancelamento da ausência.

15. Tenistas que retornam de afastamento antes do prazo solicitado, deverão cumprir uma carência de 24 horas a partir da comunicação do retorno, para propor desafios, permitindo que outros tenistas possam desafia-los.

16. Caso não seja possível contatar o desafiado após 3 tentativas, o desafio será divulgado através da tabela afixada no Quadro do Tênis.

17. Não havendo manifestação do desafiado até a primeira data proposta, o desafio será agendado pela Coordenação, para a terceira data proposta, devendo o desafiado confirmar o jogo na terceira data, com 24 horas de antecedência.

18. O desafiante que vencer, ocupará o lugar do desafiado, que descerá uma posição no Ranking.

19. O desafiante que perder jogando, permanecerá na sua posição e só poderá desafiar novamente o mesmo jogador após trinta dias, exceto os tenistas da posição 2 e 3, que poderão reapresentar desafios com 15 dias.

20. O jogador que chegar ao local do jogo com mais de quinze minutos de atraso ou que abandonar o jogo por qualquer motivo (contusão, indisposição, raquete quebrada, etc), ou não comparecer ao desafio, perderá por W.O. Caso o não comparecimento ao desafio seja por parte do desafiante, este perderá uma posição. Caso os 2 tenistas não compareçam ao desafio, ambos perderão uma posição. Remarcações só serão válidas após comunicação à Coordenação.

21. Caso o desafiado não responda a proposta de desafio, além de perder por W.O., poderá será colocado automaticamente na condição de ausente.

22. Após participar de 7 desafios o tenista receberá um “bonus”, que dará direito a desafiar qualquer tenista, independente da posição de ambos. Os bonus terão validade de 30 dias e não serão cumulativos. A contagem da nova série de 7 desafios para concessão de novo bonus, será reiniciada após a utilização do bonus anterior. A falta de comparecimento do desafiado ao desafio acarretará a perda de uma posição, mas o desafiante não assumirá seu lugar, sendo renovado o prazo de validade do bônus por mais 30 dias para que outro desafio possa ser agendado.

23. Os desafios serão jogados em melhor de 3 sets. Aos 6-6 haverá tie-brake. No caso de empate depois dos dois sets, haverá um tie-brake longo (10 pontos) final, em vez de um terceiro set tradicional.

24. Se um desafio for suspenso, os tenistas deverão combinar imediatamente a data em que será concluído, devendo a partida continuar a partir do placar no momento da suspensão.

25. Os desafios serão jogados nas quadras de saibro, devendo a quadra escolhida, ser reservada para essa finalidade, ficando o início da marcação seguinte, condicionada ao término do jogo-desafio.

26. O desafio poderá ser realizado em piso diferente, assim como a quantidade de sets poderá ser alterada (set profissional, por exemplo), desde que seja por consenso entre os tenistas.

27. Bolas em boas condições de jogo ( preferencialmente novas), ficarão por conta do desafiante.

28. Para ingressar no Ranking o tenista deverá escolher a sua categoria e para confirmar a escolha desafiará obrigatoriamente o primeiro tenista DISPONÍVEL da categoria abaixo. Vencendo o DESAFIO DE CONFIRMAÇÃO, ocupará o lugar do desafiado e estará em condições de evoluir no Ranking conforme o item 2. Se perder o DESAFIO DE CONFIRMAÇÃO, assumirá a última posição do Ranking, progredindo a partir daí, nos termos do disposto no item 2.

29. Caso o tenista resolva ingressar na última categoria, o desafio poderá ser proposto a um dos 5 últimos ranqueados DISPONÍVEIS, progredindo a seguir, conforme o item 2

30. Aos sábados, domingos e feriados, desafios só poderão ser agendados após às 11 hs. de modo a não prejudicar o lazer dos associados.

31. Nos dias úteis, se 2 ou mais desafios forem marcados em horários superpostos, mesmo que parcialmente, só haverá reserva de quadra para o desafio mais antigo, devendo a marcação dos demais obedecer os 45 minutos para jogo de simples.

32. No último dia do mês o Coordenador do Ranking fará um levantamento e o tenista que não tiver disputado (como desafiante ou desafiado) nenhuma partida nos 30 dias anteriores, descerá uma posição. Tal disposição não se aplica ao Líder do Ranking, exceto se ele não disputar perdendo por W.O., ou ficar ausente 20 dias ou mais. ( item temporariamente suspenso)

33. O Ranking será atualizado e republicado, em até 48 horas após a informação do resultado do jogo, ou quando algum novo desafio for apresentado, ou ocorrer qualquer outra alteração.

34. A Coordenação poderá declarar inativos os tenistas que deixarem de disputar desafios por longo período.

35. Casos omissos ou duvidosos serão analisados e resolvidos pelo Coordenador do Ranking.

Versão 2011 12 20